Ainda em copacabana

Chapada dentro de um táxi em direção ao Leme numa quinta-feira à noite, a sensação que tenho é a de ser uma senhora agarrada aos últimos suspiros de uma idade que já não tem mais. Chove muito em julho e eu estou embrulhada numa pashmina, símbolo da senhorice descolada carioca. A imagem que me vem é a da minha tia saindo do cinema e indo tomar um vinho com as amigas. Não estou achando a minha cena deprimente, longe disso. Há um certo orgulho em participar dessa resistência. Todas as minhas melhores amigas estão na rua a essa  altura de hoje, tenho certeza. Tentando. Tentando nem sei o quê mais. Insistindo pra ser feliz, I guess. E como temos sido, aos trancos e barrancos, jovens nem tão mais jovens assim, felizes.

 

city-lights-photography-rain

Anúncios

Sobre L.

sou desesperadamente alice Ver todos os artigos de L.

Uma resposta para “Ainda em copacabana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: